Uma Frase para cada Situação da Existência (2019-)

 

(Imagem em breve.)

Paulo Aureliano da Mata, se não puder também dançar, esta não é a minha revolução, 2019. Letreiro confeccionado em MDF 15 mm com recorte especial e pintura automotiva, aproximadamente. 246 x 140 cm

 

Paulo Aureliano da Mata, as lágrimas da dor serão secadas pelo sol em pouco tempo, 2019. Intervenção em parede, aprox. 45 x 100 cm

 

Paulo Aureliano da Mata, acreditamos em milagres onde eles existem, 2019. Vinil Colante, medida variável

 

HISTÓRICO

[2019] Exposição coletiva Em Posições de Dança. Curadoria de Daniela Labra. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

[2019] Exposição Tão Só o Fim do Mundo. Texto de Camila Alexandrini. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.