Paulo Aureliano da Mata

Capítulo nove: Paulette & Companhia

 

-> A cor social desse capítulo é bright orange (em hexadecimal #E86928; ou em RGB: vermelho 232, verde 105, azul 40).

 

Patylene & Paulette (Cia. Excessos), do Capítulo nove: Paulette & Companhia, do Livro da Mata, São Paulo, SP, Brasil, 2014. Fotografias de Manuel Vason, 30 x 45 cm cada. Edição (Tríptico): 6 + 2 P.A.

 

Patylene & Paulette (Cia. Excessos) na exposição coletiva Em Tudo Quanto é Mundo Dito ou Não Dito, com curadoria de José Maia. Desobedoc 2016, Cinema Batalha, Porto, Portugal

 

Paulette (Cia. Excessos),  O negócio é pensar em nada, Irmã Matilde!, disse Mood, do Capítulo nove: Paulette & Companhia, do Livro da Mata, Porto, Portugal, 2010. Polaroides, 10,7 x 8,8 cm cada. Edição (Tríptico): 1

 

Paulette (Cia. Excessos), Estruturas Patriarcais A e B em Conflito, do Capítulo nove: Paulette & Companhia, do Livro da Mata, Madrid, Espanha, 2011. Polaroides, 10,2 x 10,5 cm cada. Edição (Tríptico): 1

 

Paulette (Cia. Excessos), do Capítulo nove: Paulette & Companhia, do Livro da Mata, Ostrowina, Polônia, 2009; Xàbia, Espanha, 2009; Pedreguer, Espanha, 2009; Porto, Portugal, 2009-2010. Polaroides, 10,7 x 8,8 cm cada. Edição (Políptico): 1

 

Paulette (Cia. Excessos), do Capítulo nove: Paulette & Companhia, do Livro da Mata, Porto, Portugal, 2011. Polaroides, 10,2 x 10,5 cm cada. Edição (Políptico): 1

 

HISTÓRICO

[2016] Exposição coletiva Em Tudo Quanto é Mundo Dito ou Não Dito. Curadoria de José Maia. Desobedoc 2016, Cinema Batalha, Porto, Portugal.

[2016] Exposição coletiva Sob (Ul)Trajes e Gozos. Curadoria de Suianni Macedo. Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, Ovar, Portugal.

[2015] Exposição coletiva (Tra)vestir um Fa(c)to. Curadoria de José Maia. Espaço MIRA, Porto, Portugal.

[2014] Exposição Priscilla Davanzo: Lugares da Escrita. Curadoria de Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura – CAAA, Guimarães, Portugal.