Paulo Aureliano da Mata

Produção Bibliográfica

 

[2017] Organização com Tales Frey da autobiografia Quinze Anos de Minha Vida, de Loïe Fuller. Tradução do francês para o português de Fernando L. Costa. Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a NAU Editora. ISBN: 978-85-8128-055-4. Ver o terceiro capítulo desse livro em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Loie-Fuller-Serpentina_Performatus.pdf

 

[2017] DA MATA, Paulo Aureliano (org.). “‘Kesa’ e ‘A Gueixa e o Cavaleiro’”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 5, n. 18, jul. 2017. ISSN: 2316-8102. Ver em: http://performatus.net/wp-content/uploads/2017/05/Kesa-Gueixa-Cavaleiro_Performatus.pdf

 

[2017] DaP – Divisão de Artes Plásticas; Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina. Arte Londrina 5: “O Teu Corpo é Luta”: Entrevista com o artista Paulo Aureliano da Mata. Londrina, 12 de maio de 2017. Ver em: http://www.uel.br/cc/dap/?p=2881

 

[2017] Revisão de conteúdo do artigo Cartografias Queer: O Flâneur Perverso, A Lésbica Topofóbica e A Puta Multicartográfica, Ou Como Fazer uma Cartografia Zorra com Annie Sprinkle, de Paul B. Preciado. Tradução do espanhol para o português de Davi Giordano e Helder Thiago Maia. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Cartografias-Queer_Performatus.pdf

 

[2017] Revisão de conteúdo com Tales Frey do artigo Uma Agente Provocadora: A Pornografia e A Arte da Performance de Annie Sprinkle, de Linda Williams. Tradução do inglês para o português de Leonardo Soares. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

 

[2016] MATA, Paulo Aureliano da. “El Minotauro #4”. In: CLEARY, Sophia; GAYDOS, Katie; GLUZMAN, Yelena (eds.). Emergency Index Volume 5. Nova York: Ugly Duckling Presse, 2016. ISBN: 978-1-937027-75-9. Ver em: https://issuu.com/ciaexcessos/docs/emergency_index_5

 

[2016] Organização com Tales Frey do livro Evocações da Arte Performática (2010 – 2013). Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-462-0253-9. Ver em: https://www.pacolivros.com.br/Evocacoes_da_Arte_Performatica__2010_2013_/prod-4201479/

 

[2015] Organização com Tales Frey e Suianni Macedo do livro Cia. Excessos: Entre Arquivo e Práticas Contemporâneas. Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-462-0307-9. Ver em: https://www.pacolivros.com.br/Cia__Excessos/prod-4136246/

 

[2015] MATA, Paulo Aureliano da. “Romance Violentado”. In: FUNDAÇÃO BIENAL DE CERVEIRA. Vila Nova de Cerveira. XVIII Bienal de Cerveira de 2015: Olhar o Passado Construir o Futuro: Catálogo. Vila Nova de Cerveira: 2015. ISBN: 978-989-98515-1-1. Ver em: https://issuu.com/ciaexcessos/docs/cat_xviii_bienal_de_cerveira

 

[2015] Livro da Mata, Página 13: Carta a Niemeyer. Publicado na sessão Estudos da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Carta-Niemeyer_Performatus.pdf

 

[2013] Revisão técnica do artigo A Performatividade da Documentação de Performance, de Philip Auslander. Tradução do inglês para o português pela revista ¿Hay en Portugués? Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/A-Performatividade-Da-Documentação-De-Performance_Performatus.pdf

 

[2013] Revisão de conteúdo junto com André Masseno e Tales Frey do artigo “Presença” In Absentia: A Experiência da Performance como Documentação, de Amelia Jones. Tradução do inglês para o português de Ana Ban. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Performance-Documentacao-Amelia-Jones_Performatus.pdf

 

[2013] “You Have the Brush, You Have your Paints; Paint your Paradise and Then get Into It”: A Performance Interview with Suzana Queiroga. Tradução de Ana Ban. Publicada no catálogo da exposição Olhos d’Água do Mac-Niterói. ISBN 978-85-66873-01-6. Ver em: http://www.culturaniteroi.com.br/macniteroi/publicacoes/arq/46_Olhos-Dagua-Suzana-Queiroga.pdf

 

[2013] “Você Tem o Pincel, Tem Suas Tintas, Pinte o Paraíso e Depois Entre Nele”: Uma Entrevista Performática com Suzana Queiroga. Publicada na sessão Entrevistas da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Suzana-Queiroga_Performatus.pdf. Também, no mesmo ano, publicada no catálogo da exposição Olhos d’Água do Mac-Niterói. ISBN 978-85-66873-01-6. Ver em: http://www.culturaniteroi.com.br/macniteroi/publicacoes/arq/46_Olhos-Dagua-Suzana-Queiroga.pdf

 

[2013] Tradução, do inglês para o português, do artigo Fênix, de Dariusz Kosiński. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Fenix_Rena-Mirecka_Performatus.pdf

 

[2013] Tradução do inglês para o português da entrevista Reivindicando o Passado do Leste Europeu, com Ieva Astahovska, de Zane Zajančkauska. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da Revista ePerformatus. ISSN 2316-8102.

 

[2012] Organização e tradução com Suianni Macedo do francês para o português do livro Henri de Gissey de Paris: desenhista ordinário dos divertimentos e dos balés do Rei (1608 – 1675), de Anatole de Montaiglon. Revisão de Fernando L. Costa. Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-8148-187-6. Ver em: https://www.pacolivros.com.br/Henri_de_Gissey_de_Paris/prod-3756339/

 

[2012] Tradução do inglês para o português do artigo Drama e Vida: Ensino, Encontro, Transformação. Consciência, Perspectiva e Ficção, de Roberta Secchi. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da Revista ePerformatus. ISSN 2316-8102. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Drama-Vida-Roberta-Secchi_Performatus.pdf

 

[2012] Snežana Golubović’s Party – Crítica sobre a performance I Love You, de Snežana Golubović. Tradução de Ana Ban. Publicada na sessão Críticas da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

 

[2012] A Festa de Snežana Golubović – Crítica sobre a performance I Love You, de Snežana Golubović. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais). ISSN 1983-0300. Também, no mesmo ano, publicada na sessão Críticas da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

 

[2012] Einstein on the Beach: Um Estudo Semiótico em Oposição ao Textocentrismo – Crítica com Tales Frey sobre o espetáculo Einstein on the Beach, de Robert Wilson e Philip Glass. Publicada no site Questão de Crítica (Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais). ISSN 1983-0300.

 

[2012] Colaboração com vários outros artistas no livro EMERGENCY Index 2011. Publicado pela editora Ugly Duckling Presse. ISBN 978-1-937027-07-0. Ver em: https://issuu.com/ciaexcessos/docs/emergency_index_2011 

 

[2012] Tradução do espanhol para o português do texto Água Viva, de Carolina Balbi. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/agua-viva-carolina-balbi.pdf

 

[2011] O Funeral de Marina Abramović – Estudo sobre o espetáculo The Life and Death of Marina Abramović, de Robert Wilson. Publicado no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais). ISSN 1983-0300. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/Funeral-Marina-Abramovic.pdf

 

[2011] Tradução com Miguel Ambrizzi do espanhol para o português do texto A Luz Interior, de Carolina Balbi. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/a-luz-interior-carolina-balbi.pdf

 

[2010] Tradução do espanhol para o português do texto Striptease, de Lola Arias. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300. Ver em: http://ciaexcessos.com.br/ciawp/wp-content/uploads/2017/03/STRIPTEASE-Lola-Arias.pdf