Tales Frey

Esta Propriedade Está Condenada

 

Registro fotográfico do espetáculo Esta Propriedade Está Condenada, de Tales Frey (Cia. Excessos) por Benjamin Laubie

 

SINOPSE

O ser humano como produto do meio é força motriz do espetáculo. O indivíduo não passa de uma projeção de seu cenário, com o qual se confunde e do qual não consegue escapar. A constatação da realidade traz, como única forma de alívio, o sonho.

Numa cidade pequena, Willie vive em uma propriedade condenada pela prefeitura local. Abandonada pelos pais e tendo como referência a irmã morta, Alva, a garota de treze anos finge não notar sua cruel condição de vida. A figura de Greta Garbo, fundida na memória de sua falecida irmã, é uma obsessão incontrolável dessa personagem, que faz constante alusão ao filme A Dama das Camélias, estabelecendo um resgate do universo ficcional do cinema da década de 1930.

 

FICHA TÉCNICA

Texto: Tennessee Williams | Direção, tradução e adaptação: Tales Frey | Assistência de Direção: Amanda Soares | Elenco: Cecília Carvalhal e Letícia Guimarães | Participação de Marcos Muniz | Fotos para a cena: Tales Frey | Registro fotográfico do espetáculo: Benjamin Laubie | Sonorização: Bibo Bassini | Operação de som: Hugus Felix | Cenário e Figurino: Tales Frey | Iluminação: Ananda Felippe Garcia | Assessoria de Imprensa: Pedro Neves | Produção: Thais Nepomuceno | Realização: Cia. Excessos

 

HISTÓRICO

[2006] Semana de Arte e Tecnologia. Hangar – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

[2006] Mostra Mais. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

 

Vídeo promocional do espetáculo Esta Propriedade Está Condenada, de Tales Frey (Cia. Excessos)