Biografia | Processos Poéticos | Currículo

 

Biografia

Hilda de Paulo (Inhumas-GO, Brasil, 1987), por ser imigrante em Portugal, em consequência, não pertence a lugar algum, nem ao mundo dominante, nem completamente a suas próprias culturas de origem. É mulher travesty artista e curadora, princesinha do cerrado defensora do transfeminista decolonial e autora do projeto Arquivo Gis, membra fundadora da Cia. Excessos e da eRevista Performatus, e organizadora e diretora da Mostra Performatus. Atualmente é mestranda em Artes Plásticas com percurso em Escultura na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Portugal, onde desenvolve a dissertação Saberes Transfeministas: Espacializações Femininas e Construções de Si. Também, nessa mesma faculdade, fez uma especialização em Práticas Artísticas Contemporâneas e, na Faculdade de Letras dessa mesma universidade, licenciou-se em História da Arte. Tem integrado exposições coletivas nacionais e internacionais, e algumas de suas obras integram permanentemente o acervo de alguns museus, como o do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro-RJ, Brasil), o do Museu de Arte Contemporânea de Niterói (Niterói-RJ, Brasil) e o da Fundação Memorial da América Latina (São Paulo-SP, Brasil). Participou das seguintes residências artísticas: Programa de Residências Despina (Rio de Janeiro-RJ, Brasil, 2019); Fjúk Arts Centre (Húsavík, Islândia, 2015-16); e Casa do Sol – Instituto Hilda Hilst (Campinas-SP, Brasil, 2014).

 

Processos Poéticos

Interessa-me pesquisar a “biografia ficcionalizante” como elemento suporte de criação na arte e na literatura, seja através das minhas experimentações das “próteses sentimentais” – termo que desenvolvi para meus trabalhos que envolvem a tatuagem que introduz na pele a ontologia do devir e do despojamento –, bem como pela exploração de outros meios de expressão que derivam da ampliação dos princípios visuais para além da tela. Como iniciei meu processo artístico no teatro e minha formação acadêmica transitou – e ainda transita – entre as áreas de História da Arte e Artes Visuais, além da minha investigação na linguagem da performance oriunda pela organização e edição da eRevista Performatus e pela participação direta em trabalhos de performance de outres artistas, percebo que este meu percurso transdisciplinar é fundamental para pensar a pesquisa inicialmente citada que venho desenvolvendo no campo das artes visuais, especialmente em construções pictóricas em formato tradicional, em pinturas performáticas, fílmicas, escultóricas e cinéticas com tons autobiográficos, e seus desdobramentos na escrita.

 

Currículo

Formação Acadêmica

[2017-22] Mestrado em Artes Plásticas com percurso em Escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Portugal.

[2014-15] Especialização em Práticas Artísticas Contemporâneas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Portugal.

[2010-14] Licenciatura em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em Portugal.

[2008-09] Frequência do 1º semestre do 1º ano da Licenciatura em Teatro – Interpretação e Encenação pela Escola Superior Artística do Porto (ESAP) em Portugal.

 

Exposições Individuais

[2022] [Em breve.] Exposição …e não posso ser eu também uma mulher? Curadoria de (em breve). Texto de (em breve). (Em breve), Porto, Portugal.

[2021] Exposição Princesinha do Cerrado. Curadoria de Suzana Queiroga. Texto de Gabriela de Laurentiis. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2020] Exposição …que eu também não adoeça de Brasil! Curadoria de João Baeta. Texto de Tales Frey. Mupi Gallery, Porto, Portugal.

[2019] Exposição Tão Só o Fim do Mundo. Texto de Camila Alexandrini. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

 

Exposições Cia. Excessos

[2023] [Em breve.] Exposição Eu como Você. Curadoria de Pollyana Quintela. Akureyri Art Museum, Akureyri, Islândia.

[2022] [Em breve.] Exposição Nó na Garganta. Curadoria de Pollyana Quintela. Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo-SP, Brasil.

[2019] Exposição Em Posições de Dança. Curadoria de Daniela Labra. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2018] Exposição Enredos para um Corpo. Curadoria de Raphael Fonseca. Centro Cultural da Justiça Federal, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2016] Exposição A Ilha. Curadoria de Susana Rodrigues. Sput&Nik the window, Porto, Portugal.

[2016] Exposição Sob (Ul)Trajes e Gozos. Curadoria de Suianni Macedo. Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, Ovar, Portugal.

[2016] Exposição Em Estado de Guerra. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra, Portugal.

[2015] Exposição (Tra)vestir um Fa(c)to. Curadoria de José Maia. Textos de André Masseno e Julia Pelison. Espaço MIRA, Porto, Portugal.

[2015] Exposição Beija-me. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. SESC Ribeirão Preto, Ribeirão Preto-SP, Brasil.

[2014] Performance-instalação/exposição Orexia, de Tales Frey. Barracão Maravilha, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2014] Exposição Moda e Religiosidade em Registros Corporais. Organização e curadoria de Tales Frey. SESC Rio Preto, São José do Rio Preto-SP, Brasil.

[2013] Exposição Moda e Religiosidade em Registros Corporais. Organização e curadoria de Tales Frey. SESC Campinas-SP, Brasil.

[2013] Exposição Moda e Religiosidade em Registos Corporais. Organização e curadoria de Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2013] Exposição Beija-me. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Estação Cultura, IV Festival de Formas Poéticas, Catanduva-SP, Brasil.

 

Exposições Coletivas

[2021] Exposição coletiva Erro 417: Expectativa Falhada. Curadoria de Marta Espiridião. Galeria Municipal do Porto, Porto, Portugal.

[2021] Exposição coletiva Poético ou Político? Curadoria de João Baeta. Mupi Gallery, Porto, Portugal.

[2021] Exposição coletiva Pedágio de Mim – Foco Brasil. Curadoria de Hugo Dinis. Not a Museum/Palácio Castilho, Lisboa, Portugal.

[2021] Exposição coletiva Entre o Real e a Imagem. Curadoria de David Revés e Lucas Camargo de Barros. CINENOVA – Festival Interuniversitário de Cinema, Casa do Capitão, Lisboa, Portugal. 

[2021] Exposição coletiva Contemplating Trees From Inside the Academy”: Práticas Colectivas/ Collective Practices. Curadoria de Ricardo Bastos Areias. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal;

[2021] Exposição coletiva on-line Transjardinagem. Curadoria e organização de Ian Habib. Museu Transgênero de História e Arte (MUTHA), Brasil.

[2021] Exposição coletiva on-line Transespécie. Curadoria e organização de Ian Habib. Museu Transgênero de História e Arte (MUTHA), Brasil.

[2021] Mostra de Videoarte BãOM!!! Curadoria de João Baeta. Projeto Poste_Matosinhos, Mercearia São Miguel, Matosinhos, Portugal.

[2020] Mostra EAV 2020. Mostra On-line Final de Alunes da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2020] CÓDEC/ Festival de Vídeo Y Creaciones Sonoras. Programação on-line.

[2020] Video Raymi [9] – Festival Internacional de Videoarte del Cusco: Selección Oficial de Video Raymi 2019 [3]. Programação on-line.

[2019] Video Raymi [9], Festival Internacional de Videoarte del Cusco. Instituto Cultural Peruano Norteamericano – ICPNA, Cusco, Peru.

[2019] Exposição coletiva Aparelho. Curadoria de Tales Frey. Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal.

[2019] 2º Refluxo – Festival Experimental de Artes. Centro Cultural UFG, Goiânia-GO, Brasil.

[2019] Exposição coletiva as pessoas que esperavam pelos autocarros espreitavam pela janela. Curadoria de Ana Efe e All Brain. Texto de Vera Carmo e João Ricardo Moreira. Sput&Nik the window, Porto, Portugal.

[2019] Senado Tomado #8. Despina, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2019] Exposição coletiva “Trees Outside the Academy #3”: Práticas Colectivas/ Collective Practices. Curadoria de Ricardo Bastos Areias. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2019] 22ª Rencontres Traverse Vidéo: L’Expérimental {recherche/art}. Cinéma ABC Toulouse, Toulouse, França.

[2018] Exposição coletiva Mover-se em Outra Dimensão. Sput&Nik the window, Porto, Portugal.

[2018] Exposição coletiva Faça Você Mesm_ – Um Guia de Leitura (1/20). Curadoria de Alexandre Sá. A MESA, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2017] ROÇAdeira: Encontros Performáticos em Lugares Improváveis, Sessão #3 re_Quebra. Oficina Cultural Geppetto, Goiânia-GO, Brasil.

[2017] Exposição coletiva Ser ou Não Ser… Eis a Questão!? Curadoria de José Rosinhas. II Bienal Internacional de Arte Gaia, Vila Nova de Gaia, Portugal.

[2017] Exposição coletiva O Teu Corpo É Luta. Curadoria de Danillo Villa e Ricardo Basbaum. Arte Londrina 5, Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina, Londrina-PR, Brasil.

[2017] Mostra Diversa. Subterrânea #2, Pyranhas, Belo Horizonte-MG, Brasil.

[2017] Exposição coletiva Trânsitos Feministas. 19ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.

[2016] IV Video Raymi, Festival Internacional de Videoarte del Cusco. Casa de la Cultura Cusco, Cusco, Peru.

[2016] 27ª Mostra de Arte da Juventude. SESC Ribeirão Preto, Ribeirão Preto-SP, Brasil.

[2016] ESFORÇOS #2 – Mostra de Performances. Curadoria de Caio Riscado e Lucas Canavarro. Olho da Rua, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2016] 4º Salão de Outono da América Latina. Galeria Marta Traba, Fundação Memorial da América Latina, São Paulo-SP, Brasil.

[2016] Exposição coletiva Em Tudo Quanto é Mundo Dito ou Não Dito. Curadoria de José Maia. Desobedoc 2016, Cinema Batalha, Porto, Portugal.

[2016] Segundo Encuentro Nacional de Performance (ENAPE). Organização do coletivo Revólver Azul. Centro de Arte y Filosofía, Pachuca de Soto, Hgo., México.

[2016] Exposição coletiva “Trees Outside the Academy #2”: Práticas Colectivas/ Collective Practices. Curadoria de Ricardo Bastos Areias. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2016] Mostra IP: Mostra Nacional de Vídeo, Intervenções e Performance. Atelier Codorna, Rio de Janeiro-RJ; Festival La Plataformance, Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo-SP; Escola Estadual Francisco de Oliveira Filho, Santana-AP; Sebo no Chão e Praça Nauro Machado, São Luís-MA; Estação Cultura e Associação Dell’Arte, Catanduva-SP; Varandão CCE-UFSC, Florianópolis-SC; Brasil.

[2016] Traverse Vidéo en Aveyron. Cinéma La Strada, Decazeville, França.

[2016] 19ª Rencontres Traverse Vidéo: l’Atypique Trouble. Museu de Arte Moderna e Contemporânea Les Abattoirs, Toulouse, França.

[2016] Mostra Brasil: Ficciones. Curadoria de Laurem Crossetti. Espacio Tangente, Burgos, Espanha.

[2015] CÓDEC/ Festival de Vídeo Y Creaciones Sonoras. La Calaca Centro Cultural, Cidade do México, México.

[2015] Video – Instalación de TRAFKINTU. Co-habitar III – Residencia de Performance, Espaço Independente de Arte Contemporânea Gálvez Inc., Valparaíso, Chile.

[2015] Monstruosas: Subpolíticas e Descolonialidades. Espaço Casarão, Recife-PE, Brasil.

[2015] XVIII Bienal Internacional de Arte de Cerveira: Olhar o Passado para Construir o Futuro. Vila Nova de Cerveira, Portugal.

[2015] Exposição coletiva Maria de Todos Nós: 50 anos de Maria Bethânia. Curadoria de Bia Lessa. Paço Imperial, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2015] Fifth Under the Subway Video Art Night, com organização de Antonio Ortuño; curadoria de Antonio Ortuño (Nova York) e Ana Sanfrutos (Berlim); e organização em Berlim de Irene Cruz e Nati Grund. The ANNEX Art Social Space, Nova York, Estados Unidos; Project Space Kleiner Salon, Berlim, Alemanha.

[2015] Projeto transdisciplinar TRANS[acto]#01/2015. Concepção de Isabel Maria Dos. Coimbra, Portugal.

[2015] Exposição coletiva Múltiplas Perspectivas e Não Menos Contradições e Sonhos. Curadoria de José Maia. I Bienal da Maia: Lugares de Viagem. Fórum da Maia, Maia, Portugal.

[2015] Mostra de Performance XØKE. Micro Centro Cultural Casa Vermelha, Florianópolis-SC, Brasil.

[2015] Rapid Pulse International Performance Art Festival 2015: Video Series. Defibrillator Performance Art Gallery, Chicago, Estados Unidos.

[2015] Exposição coletiva Amor Marginal. Curadoria de Susana Rodrigues e Ana D’Almeida. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2015] Mostra Brasil: Ficções. Curadoria de Laurem Crossetti. Armazém do Chá, Porto, Portugal.

[2014] 18º Salão de Artes Plásticas de Catanduva. Salão de Exposições, Estação Cultura, Catanduva-SP, Brasil.

[2014] Exposição Priscilla Davanzo: Lugares da Escrita. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2014] Exposição coletiva Vitrine de Projetos: Ensaios sobre a Fronteira. Curadoria de Angela Barbour. Galeria Marta Traba, Fundação Memorial da América Latina, São Paulo-SP, Brasil.

[2014] Exposição coletiva “Trees Outside the Academy”: Práticas Colectivas/ Collective Practices. Curadoria de Ricardo Bastos Areias. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2014] Exposição coletiva Corpo (I)materializado. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Mostra Performatus #1, Central Galeria de Arte, São Paulo-SP, Brasil.

[2012] Dzień Światła 2012. Organização e curadoria de Maciej Stawiński. Galeria Otwarta, Wrocław, Polônia.

 

Performances Ao Vivo e Teatro

[2022] [Em breve.] Espetáculo teatral O Que Vem Depois da Esperança?, de Hilda de Paulo. Projeto realizado pelo Teatro Universitário do Porto e contemplado pelo concurso anual de apoio à criação Criatório 2021 da Câmara Municipal do Porto. mala voadora, Porto, Portugal.

[2021] Leitura do texto-manifesto Eu Gisberta no lançamento do livro “Volta Para Tua Terra: Uma Antologia Antirracista/ Antifascista de Poetas Estrangeirxs”, organizado pela Manuella Bezerra de Mello e Wladimir Vaz, no Selina Navis Cowork, na cidade do Porto, em Portugal.

[2021] Participação na performance-instalação para o espaço público Room, de Filipe Moreira. Festival Entre Cidades, Museu da Quinta de Santiago, Matosinhos, Portugal; Dia Aberto às Artes, Ericeira, Portugal; Almada Ponto, Porto, Portugal; Jardim do Museu do Douro, Peso da Régua, Portugal; Jardim do Museu D. Diogo de Sousa, Braga, Portugal.

[2017-19] Participação na performance Estar a Par, de Tales Frey. AMOQA (Athens Museum of Queer Arts), Atenas, Grécia; SESC Registro, Registro-SP, Brasil; SESC Santana, São Paulo-SP, Brasil; 86º Aniversário do Teatro Rivoli, Teatro Municipal Rivoli, Porto, Portugal; 22ª Rencontres Traverse Vidéo: L’Expérimental {recherche/art}, Ombres Blanches, Toulouse, França; SESC São José dos Campos, São José dos Campos-SP, Brasil; Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro-RJ, Brasil; SESC Rio Preto, São José do Rio Preto-SP, Brasil; BIENALSUR, MUNTREF Centro de Arte Contemporáneo y Museo de la Inmigración – Sede Hotel de Inmigrantes, Buenos Aires, Argentina; A! Performance Festival, Akureyri Art Museum, Akureyri, Islândia.

[2019] Participação na performance F2M2M2F x 6, de Tales Frey. 22ª Rencontres Traverse Vidéo: L’Expérimental {recherche/art}, Prép’Art, Toulouse, França.

[2016-19] Participação na performance Be (on) You, de Tales Frey. III Bienal Internacional de Performance HORASperdidas, Monterrey, México; Queer Porto II: Festival Internacional de Cinema Queer, Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal; SESC Registro, Registro-SP, Brasil; SESC Santana, São Paulo-SP, Brasil; The Performance Arcade, Wellington, Nova Zelândia.

[2017] Participação na performance Sem Título (1995), de Erwin Wurm. Inserida na exposição do it de Hans-Ulrich Obrist na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto em Portugal.

[2013] Performance Aliança, de Hilda de Paulo e Tales Frey. Exposição Beija-me realizada na Estação Cultura no IV Festival de Formas Poéticas em Catanduva-SP, Brasil.

[2012] Participação na performance Dismorfofobia, de Tales Frey. Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal.

[2011] Participação na performance Reciprocidade Desalmada, de Tales Frey. Associação Cultural Mercado Negro, Aveiro, Portugal.

[2009-12] Participação na performance O Outro Beijo no Asfalto, de Tales Frey. Rua dos Clérigos na cidade do Porto, Portugal; no Stockholm Fringe Fest 2011 em Estocolmo, Suécia; no Rapid Pulse International Performance Festival da Defibrillator Performance Art Gallery de Chicago, Estados Unidos; e na 25ª Feira Franca do Palácio das Artes/ Fábrica de Talentos na cidade do Porto em Portugal.

[2007] Participação na espetáculo teatral Os Sapatinhos Vermelhos, texto de Caio Fernando Abreu com direção de Tales Frey. Clube noturno FOSFOBOX, Rio de Janeiro-RJ, Brasil; Mostra …Ou Tudo Trash, SESC Campos, Campos dos Goytacazes-RJ, Brasil; 6ª edição do Festival de Teatro ENCONTRARTE, Nova Iguaçu-RJ, Brasil.

[2007] Participação na leitura dramática da peça Ájax de Sófocles. Resultado final do workshop com José Celso Martinez Corrêa na Casa de Dramaturgia Carioca. Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2007] Peça teatral curta Pensamento Mudo, fragmento de A Gaivota de Anton Tchekhov. Direção de Celina Sodré. Studio Stanislavski, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

 

Coleções Públicas

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói-RJ, Brasil.

Galeria Marta Traba, Fundação Memorial da América Latina, São Paulo-SP, Brasil.

 

Prêmios e Apoios

[2019] Programa de Apoio à Internacionalização Artística SHUTTLE. Câmara Municipal do Porto, Porto, Portugal.

[2014] Terceiro lugar com a fotografia El Minotauro #2 dentro da categoria PHOTOGRAPHY no 2014 EMERGING EROTIC ARTIST CONTEST da Tom of Finland Foundation (Los Angeles, Estados Unidos).

 

Residências Artísticas

[2019] Programa de Residências Despina. Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2015-16] Fjúk Arts Centre. Húsavík, Islândia.

[2014] Casa do Sol – Instituto Hilda Hilst. Campinas-SP, Brasil.

 

Curadoria

[2020-21] Cine-Performatus #1: Resistir ao Tempo. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2019] Exposição Venoso, de Joana Bueno. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Sput&Nik the window, Porto, Portugal.

[2019] Exposição Metáforas Funcionais para Corpos no Espaço, de Tales Frey. Curadoria de Hilda de Paulo. Galeria Monumental. Lisboa, Portugal.

[2018] Programa As Pinturas Fílmicas de Carolee SchneemannCuradoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Queer Porto IV: Festival Internacional de Cinema Queer. Teatro Municipal Rivoli, Porto, Portugal.

[2017] Mostra Performatus #2: O que está à Luz do nosso Tempo, discernimos no Escuro. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. eRevista Performatus em parceria com o SESC Santos. Santos-SP, Brasil.

[2017] Exposição O que o Corpo Abriga, de Renan Marcondes. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2016-17] Exposição Macumba Visual, de Ana Seixas. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Espaço Bo, Porto, Portugal; Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2016] Exposição coletiva Em Estado de Guerra. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Teatro Académico Gil Vicente, Coimbra, Portugal.

[2015] Exposição coletiva Trabalha-dores do CU. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal.

[2015] Cine ÁguaAr. Curadoria de Hilda de Paulo e Suzana Queiroga. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2015] Exposição ÁguaAr, de Suzana Queiroga. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2015] Exposição coletiva Beija-me. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. SESC Ribeirão Preto, Ribeirão Preto-SP, Brasil.

[2014] Exposição Priscilla Davanzo: Lugares da Escrita. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2014] Mostra Performatus #1: O Corpo como Sujeito e Objeto na Arte. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. eRevista Performatus em parceria com o Instituto Hilda Hilst e a Central Galeria de Arte. Campinas-SP e São Paulo-SP, Brasil.

[2013] Exposição coletiva Beija-me. Organização e curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. IV Festival de Formas Poéticas, Estação Cultura, Catanduva-SP, Brasil.

 

Acompanhamentos, Aulas, Cursos, Colóquios, Palestras, Congressos, Oficinas Ministradas e Outras Apresentações Orais

[2021] Participação no Clube dos Poetas Vivos: Poesia & Performance ao lado de Luca Argel e Marta Bernardes com mediação de Teresa Coutinho. Casa Fernando Pessoa, Lisboa, Portugal.

[2021] Conversa com Tiago Aires Lêdo no âmbito da apresentação de seu trabalho desenvolvido durante o ciclo #03 das Residências Artísticas No Entulho (RANE)/ ArtWorks. Pedreira, Porto, Portugal.

[2021] Acompanhamento do artista Tiago Aires Lêdo no ciclo #03 das Residências Artísticas No Entulho (RANE). ArtWorks, Póvoa do Varzim, Portugal.

[2021] Participação na mesa “Balada de Gisberta” ao lado de Ramon Nunes Mello e Nuno Pinto com mediação de Daniela Filipe Bento. VI Festival de Poesia de Lisboa – Terra: Uma Poética de Nós. Lisboa, Portugal.

[2021] Curso Curadoria em Perspectiva: Práticas não-hegemônicas em Artes Visuais em conjunto com Luciara Ribeiro e Sandra Benites. SESC São Caetano, São Caetano do Sul-SP, Brasil.

[2021] Participação com a “Aula 2: ‘Eu estou na casa do colonizador. Então, mexer nos móveis dessa casa é um pouco difícil. Mas eu vou mexer.’” no curso Estéticas Travestis: Crise, Colapso e Pensamento, organizado por Isadora Ravena, no Lux Espaço de Arte, São Paulo-SP, Brasil.

[2021] Sessão on-line De Hilda de Paulo para minhas irmãs travestis e trans!, conduzida por Hilda de Paulo, sobre sua prática artística – com foco na obra “Eu Gisberta” e em sua exposição individual “Princesinha do Cerrado” – no âmbito da disciplina Performance e Gênero, lecionada pela professora Vanja Poty, no Mestrado Profissional em Artes (Prof-Artes), da Faculdade de Artes (FAARTES), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em Manaus-AM, no Brasil. Esse encontro realizado na plataforma Zoom e teve a participação especial da pesquisadora, arte-educadora, artista e curadora Maíra Freitas.

[2021] Participação no debate “Quanto mais debates… A identidade” ao lado de Amadeu Sousa, Sun Peizhao, Vanessa Fernandes, Samuel Beirão e Tiago Sousa com moderação de Marcos Cruz. Coliseu Porto Ageas, Porto, Portugal.

[2021] Participação como tecedora de pergunta e comentário a partir da leitura do livro “Matchundadi: Género, Performance e Violência Política na Guiné-Bissau” de Joacine Katar Moreira. A sessão pública de Leituras Feministas 04, conduzida e organizada pela artista, professora e pesquisadora Carla Cruz, contou com a participação de Joacine Katar Moreira com o propósito do lançamento de seu livro. Auditório do Pavilhão Sul, Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto, Porto, Portugal.

[2021] Sessão on-line Diálogos sobre Arte-educação e Virtualidade na Pandemia, conduzida por Maíra Freitas e as convidadas Hilda de Paulo, Sabrina Terra e Uma Sorrequia. Sessão realizada na plataforma Zoom e faz parte da programação paralela da exposição on-line “Solo da Maternagem Solo”, da artista Maíra Freitas, inserida no projeto POSADA 12, do Espaço Cultural Torta, Campinas-SP, Brasil.

[2021] Participação na Rádio Nómada do Museu da Cidade do Porto. Em diálogo com Nuno Faria, a conversa se realizou na Biblioteca Popular de Pedro Ivo na Praça do Marquês de Pombal, Porto, Portugal.

[2021] Sessão on-line De Hilda de Paulo para minhas irmãs travestis e trans!, conduzida por Hilda de Paulo, sobre sua prática artística – com foco na obra “Eu Gisberta” e em sua exposição individual “Princesinha do Cerrado” – no âmbito da disciplina “Técnicas de Documentação Teatral” da licenciatura em Teatro na Universidade do Minho em Portugal. Esse encontro realizado na plataforma Zoom foi coordenado pelo artista, professor e pesquisador Tales Frey, e teve a participação especial da pesquisadora, arte-educadora, artista e curadora Maíra Freitas.

[2021] Sessão on-line De Hilda de Paulo para minhas irmãs travestis e trans!, conduzida por Hilda de Paulo, sobre sua prática artística – com foco na obra “Eu Gisberta” e em sua exposição individual “Princesinha do Cerrado” – no âmbito do grupo de estudo Leituras Feministas da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Esse encontro realizado na plataforma Zoom foi coordenado pela artista, professora e pesquisadora Carla Cruz, e teve a participação especial da pesquisadora, arte-educadora, artista e curadora Maíra Freitas.

[2020] 1º Ciclo de Conversas do Projeto de Pesquisa Perspectivas em Arte Contemporânea: Gênero e Invisibilidades. Coordenação do Projeto de Bettina Rupp. Mediação de João Azevedo. Sessão realizada na plataforma Google Meet e oferecida pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal-RN, Brasil.

[2020] #014 Podcast. Projeto: Outras Conversas | Entre-vistas com o Baeta com Mãe Paulo. Associação Cultural Saco Azul/ Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal.

[2020] Apresentação comentada do filme Cassandra Rios – A Safo de Perdizes, de Hanna Korich, que integrou a primeira sessão do Cine-Performatus #1: Resistir ao Tempo. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2020] Projeto Performance em Rede convida Hilda de Paulo e Tales Frey. Instagram @EmbaixadaDaPerformanceArte, Brasil.

[2019] Conversa no Cine Clube Despina. Despina, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2019] Conversa Livro da Mata sou eu, por mim mesmo! Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2018] Apresentação comentada da sessão As Pinturas Fílmicas de Carolee Schneemann. Curadoria de Hilda de Paulo e Tales Frey. Queer Porto IV: Festival Internacional de Cinema Queer. Teatro Municipal Rivoli, Porto, Portugal.

[2017] Conversa É Loïe Fuller, meu amor! Lançamento da autobiografia Quinze Anos de Minha Vida, de Loïe Fuller. Café Literário, Teatro Municipal Rivoli, Porto, Portugal.

[2017] Visita Guiada/ Conversa na exposição O que o Corpo Abriga. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2017] Visita Guiada/ Conversa na exposição Macumba Visual. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2017] Apresentação da exposição Trânsitos Feministas. Casa da Lusofonia, Coimbra, Portugal.

[2017] Conversa Livro da Mata sou eu, por mim mesmo! Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo, Porto, Portugal.

[2016] Conversa Performance como uma Extensão Diária e Persistente. Galeria Santa Clara, Coimbra, Portugal.

[2016] Seminário Destruição/Reconstrução. Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha, Caldas da Rainha, Portugal.

[2016] Conversa À Volta Do Tanque – Projeto “Cia. Excessos”. Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, Ovar, Portugal.

[2016] Apresentação comentada do filme O Céu Sobre os Ombros, de Sérgio Borges. Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, Ovar, Portugal.

[2015] Noite Belas Artes. Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal.

[2015] Visita Guiada/ Conversa na exposição ÁguaAr. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2015] “Amanheceu enquanto conversávamos”: Silvestre Pestana conversa com José Maia, Hilda de Paulo e Tales Frey. Espaço Mira, Porto, Portugal.

[2014] Comunicação-performance Livro da Mata, Página 13: Carta a Niemeyer [ou Eu Sou Uma Bruxa] no Colóquio Internacional “História da Arte em Estudos Transdisciplinares: Práticas Artísticas Contemporâneas”. Organização de Leonor Soares, Hugo Barreira e Marzia Bruno. Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, Portugal.

[2012] Apresentação comentada do filme O Príncipe Constante, de Jerzy Grotowski. XII Semana da História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, Portugal.

 

Júri

[2018] Membra do Júri do Queer Porto IV: Festival Internacional de Cinema Queer. Porto, Portugal.

 

Citações

[2021] GÓIS, Edma de. “Sobre Poemas Lançados contra o Bolor Colonial: O que dizem 49 artistas migrantes na antologia ‘Volta para tua Terra’”. Jornal Literário Pernambuco, n. 189, nov. de 2021.

[2021] FRANCO, Carolina. “Ser mulher artista, hoje: reflexões em torno de ‘Tudo o que eu quero’”. Gerador, 18 de agosto de 2021. Ver em: <https://gerador.eu/ser-mulher-artista-hoje-reflexoes-em-torno-de-tudo-o-que-eu-quero/>.

[2021] RODRIGUES, Leilane Menezes. Jornalismo e Transexualidade: A Construção da Personagem Gisberta na Mídia Portuguesa. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) – Faculdade de Letras, Universidade do Porto. Porto, Portugal.

[2021] NEGREIROS, Adriana. “‘VOLTA PARA TUA TERRA’. Em Portugal, imigrantes brasileiros combatem preconceito com poesia.” TAB UOL, 13 de julho de 2021. Ver em: <https://tab.uol.com.br/edicao/volta-para-tua-terra/>.

[2021] NEGREIROS, Adriana. “Gisberta, a transgênero brasileira que pode virar nome de rua em Portugal”. TAB UOL, 21 de maio de 2021. Ver em: <https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2021/05/21/gisberta-a-transgenero-brasileira-que-pode-virar-nome-de-rua-em-portugal.htm>.

[2021] DUARTE, Mariana. “Há um Brasil a fazer perguntas difíceis a PortugalÍpsilon. Jornal Público, ed. 11.242, p. 2-8, 5 de fevereiro de 2021.

[2021] DE LAURENTIIS, Gabriela. “Autoficções de Hilda de Paulo, Uma Artista dos Encontros”. Princesinha do Cerrado: Folheto. Guimarães, Portugal: [s.n.], Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, 2021.

[2020] LODI MORAES, Jaqueline. A Minúcia do Vazio nas Artes Plásticas e Performativas: Do Corpo no Espaço e no Tempo. Dissertação (Mestrado em Estudos de Arte com especialização em Teoria e Crítica da Arte) – Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto. Porto, Portugal.

[2020] TOLGYESI, Gabriel Fernandez. Sobre Loïe Fuller e Danças Serpentinas: Histórias, Citações e Reativações. Dissertação (Mestrado em Artes da Cena, na área de Teatro, Dança e Performance) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas. Campinas-SP, Brasil.

[2019] LABRA, Daniela. Em Posições de Dança: Folheto. Rio de Janeiro: [s.n.], Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, 2019.

[2019] CARRILHO, Ulisses. Senado Tomado #8: Folheto. Rio de Janeiro: [s.n.], Despina, 2019.

[2019] ALEXANDRINI, Camila. Tão só o Fim do Mundo: Folheto. Guimarães, Portugal: [s.n.], Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, 2019.

[2018] OSPINA ÁLVAREZ, Juan Sebastián. Conversações Hipervisuais: Vamos Falar sobre Olhares Masculinizados? Tese (Doutorado em Arte e Cultura Visual) – Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás. Goiânia-GO, Brasil.

[2018] FONSECA, Raphael. Enredos para um Corpo: Folheto. Rio de Janeiro: [s.n.], Centro Cultural da Justiça Federal, 2018.

[2017] OSPINA ÁLVAREZ, Juan Sebastián. Gisberta, Dandara e Outras Histórias Silenciadas, Desconectadas. Em: Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores, 26º, 2017, Campinas-SP, Brasil. Anais do 26º Encontro da Anpap. Campinas-SP: Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 2017, p. 2093-2108.

[2016] FREY, Tales. Performance e Ritualização: Moda e Religiosidade em Registros Corporais. Tese (Doutorado em Estudos Artísticos com Especialidade em Estudos Teatrais e Performativos) – Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra. Coimbra, Portugal.

[2016] HENRIQUE, José Carlos. “Entrevista com Paulo Aureliano da Mata”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 4, n. 15, jan. 2016. ISSN: 2316-8102.

[2015] PELISON, Julia. “Seis Manifestos Irrevogáveis sobre a Pele de Paulo Aureliano da Mata”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 3, n. 14, jul. 2015. ISSN: 2316-8102.

[2014] MACEDO, Suianni Cordeiro. “Performance: Ação na Construção de Outras Espacialidades”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 2, n. 11, jul. 2014. ISSN: 2316-8102.

[2014] HUPE, Ana. “‘Romance Violentado’, Título que É Livro em Si”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 2, n. 9, mar. 2014. ISSN: 2316-8102.

[2013] POTY, Vanja; FONTES, Gustavo Rosa. “O Encontro Amoroso de Paulo Aureliano da Mata e Tales Frey em ‘Aliança’: Performance, Ritual e Respeito à Diversidade”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 1, n. 4, mai. 2013. ISSN: 2316-8102.

[2012] STAWIŃSKI, Maciej. Dzień Światła 2012: Livreto. Wrocław, Polônia: [s.n.], Galeria Otwarta, 2012.

 

Produção Bibliográfica

[2021] Colaboração com o texto Por que uma Guerra foi Declarada contra Mim? no catálogo do II Festival Lacração. ISBN (em breve).

[2021] HILDA DE PAULO. “A Casa de Lêdo”. Tiago Aires Lêdo: O Dildotauro de Lide: Folheto. Porto, Portugal: [s.n.], ArtWorks/Pedreira, 2021.

[2021] Colaboração com váries outres autorXs no catálogo da exposição Transespécie/Transjardinagem do Museu Transgênero de História e Arte. Com organização de Ian Habib e publicado pela editora O Sexo da Palavra. ISBN: 978-65-88010-20-4.

[2021] Colaboração com váries outres autorXs no livro VOLTA PRA TUA TERRA: Uma Antologia Antirracista/Antifascista de Poetas Estrangeirxs em Portugal. Com organização de Manuella Bezerra de Melo e Wladimir Vaz e publicado pela editora Urutau. ISBN 978-65-5900-031-9.

[2020] Organização com Tales Frey da autobiografia Quinze Anos de Minha Vida, de Loïe Fuller. Tradução do francês para o português de Fernando L. Costa. Publicada em forma de livro pela Performatus. ISBN: 978-65-991134-0-6.

[2018] HILDA DE PAULO. “Eu Gisberta”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 6, n. 19, jan. 2018. ISSN: 2316-8102.

[2018] HILDA DE PAULO. “El Minotauro #3”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 6, n. 19, jan. 2018. ISSN: 2316-8102.

[2017] HILDA DE PAULO (org.). “‘Kesa’ e ‘A Gueixa e o Cavaleiro’”. eRevista Performatus, Inhumas, ano 5, n. 18, jul. 2017. ISSN: 2316-8102.

[2017] DaP – Divisão de Artes Plásticas; Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina. Arte Londrina 5: “O Teu Corpo é Luta”: Entrevista com o artista Paulo Aureliano da Mata. Londrina, 12 de maio de 2017.

[2017] Revisão de conteúdo do artigo Cartografias Queer: O Flâneur Perverso, A Lésbica Topofóbica e A Puta Multicartográfica, Ou Como Fazer uma Cartografia Zorra com Annie Sprinkle, de Paul B. Preciado. Tradução do espanhol para o português de Davi Giordano e Helder Thiago Maia. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2017] Revisão de conteúdo com Tales Frey do artigo Uma Agente Provocadora: A Pornografia e A Arte da Performance de Annie Sprinkle, de Linda Williams. Tradução do inglês para o português de Leonardo Soares. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2016] DA MATA, Paulo Aureliano. “El Minotauro #4”. In: CLEARY, Sophia; GAYDOS, Katie; GLUZMAN, Yelena (eds.). Emergency Index Volume 5. Nova York: Ugly Duckling Presse, 2016. ISBN: 978-1-937027-75-9.

[2016] Organização com Tales Frey do livro Evocações da Arte Performática (2010 – 2013). Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-462-0253-9.

[2015] Organização com Tales Frey e Suianni Macedo do livro Cia. Excessos: Entre Arquivo e Práticas Contemporâneas. Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-462-0307-9.

[2015] DA MATA, Paulo Aureliano. “Romance Violentado”. In: FUNDAÇÃO BIENAL DE CERVEIRA. Vila Nova de Cerveira. XVIII Bienal de Cerveira de 2015: Olhar o Passado Construir o Futuro: Catálogo. Vila Nova de Cerveira: 2015. ISBN: 978-989-98515-1-1.

[2015] Livro da Mata, Página 13: Carta a Niemeyer. Publicado na sessão Estudos da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2013] Revisão técnica do artigo A Performatividade da Documentação de Performance, de Philip Auslander. Tradução do inglês para o português pela revista ¿Hay en Portugués? Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2013] Revisão de conteúdo junto com André Masseno e Tales Frey do artigo “Presença” In Absentia: A Experiência da Performance como Documentação, de Amelia Jones. Tradução do inglês para o português de Ana Ban. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2013] “You Have the Brush, You Have your Paints; Paint your Paradise and Then get Into It”: A Performance Interview with Suzana Queiroga. Tradução de Ana Ban. Publicada no catálogo da exposição Olhos d’Água do Mac-Niterói. ISBN 978-85-66873-01-6.

[2013] “Você Tem o Pincel, Tem Suas Tintas, Pinte o Paraíso e Depois Entre Nele”: Uma Entrevista Performática com Suzana Queiroga. Publicada na sessão Entrevistas da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102. Também, no mesmo ano, publicada no catálogo da exposição Olhos d’Água do Mac-Niterói. ISBN 978-85-66873-01-6.

[2013] Tradução, do inglês para o português, do artigo Fênix, de Dariusz Kosiński. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2013] Tradução do inglês para o português da entrevista Reivindicando o Passado do Leste Europeu, com Ieva Astahovska, de Zane Zajančkauska. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da Revista ePerformatus. ISSN 2316-8102.

[2012] Organização e tradução com Suianni Macedo do francês para o português do livro Henri de Gissey de Paris: desenhista ordinário dos divertimentos e dos balés do Rei (1608 – 1675), de Anatole de Montaiglon. Revisão de Fernando L. Costa. Publicada em forma de livro pela eRevista Performatus em parceria com a Paco Editorial. ISBN: 978-85-8148-187-6.

[2012] Tradução do inglês para o português do artigo Drama e Vida: Ensino, Encontro, Transformação. Consciência, Perspectiva e Ficção, de Roberta Secchi. Revisão da tradução de Tales Frey. Publicada na sessão Traduções da Revista ePerformatus. ISSN 2316-8102.

[2012] A Festa de Snežana Golubović – Crítica sobre a performance I Love You, de Snežana Golubović. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais). ISSN 1983-0300. Também, no mesmo ano, publicada na sessão Críticas da eRevista Performatus. ISSN 2316-8102.

[2012] Einstein on the Beach: Um Estudo Semiótico em Oposição ao Textocentrismo – Crítica com Tales Frey sobre o espetáculo Einstein on the Beach, de Robert Wilson e Philip Glass. Publicada no site Questão de Crítica(Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais). ISSN 1983-0300.

[2012] Colaboração com vários outros artistas no livro EMERGENCY Index 2011. Publicado pela editora Ugly Duckling Presse. ISBN 978-1-937027-07-0.

[2012] Tradução do espanhol para o português do texto Água Viva, de Carolina Balbi. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300.

[2011] O Funeral de Marina Abramović – Estudo sobre o espetáculo The Life and Death of Marina Abramović, de Robert Wilson. Publicado no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais). ISSN 1983-0300.

[2011] Tradução com Miguel Ambrizzi do espanhol para o português do texto A Luz Interior, de Carolina Balbi. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300.

[2010] Tradução do espanhol para o português do texto Striptease, de Lola Arias. Publicada no site Questão de Crítica (Revista Eletrônica de Críticas e Estudos Teatrais) com revisão da tradução de Tales Frey. ISSN 1983-0300.

 

Formação Complementar

[2021] As Autobiografias Trans nas Literaturas LGBT+. Formação realizada pelo Espaço.CC na plataforma Google Meet. Prof.: Caio Jade.

[2021] Nomes do Pensamento Latino-Americano. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] Feminismo, Epistemologia, Interseccionalidade. Formação realizada na plataforma Youtube. Profa.: Helena Vieira.

[2021] A Ditadura pela Perspectiva Travesti. Formação realizada na plataforma Elos. Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo-SP, Brasil. Profa.: Amara Moira.

[2021] Interseccionalidade. Formação realizada na plataforma Google Meet. Brasil. Profa.: Winnie Bueno.

[2021] Pensamentos Travestis na Arte Contemporânea. Formação realizada na plataforma Zoom. Lux Espaço de Arte,  São Paulo-SP, Brasil. Profa.: Isadora Ravena (e convidadas: Dodi Leal, Linn da Quebrada, Sy Gomes, Noá Bonoba e Linga Acácio).

[2021] Pornopirata: A Póspornografia como Arma contra a Maquinaria da Colonialidade. Formação realizada na plataforma Zoom. Lux Espaço de Arte, São Paulo-SP, Brasil. Profa.: Bruna Kury.

[2021] Teoria Queer I – Filosofia, Pensamento e Ação Política. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] Teoria Queer II – Dissidência, Neoliberalismo e Fracasso. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] Introdução ao Pensamento de Judith Butler. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] Introdução aos Estudos de Masculinidades. Formação realizada na plataforma Youtube. Profa.: Helena Vieira.

[2021] O Pensamento Transfeminista. Curso Gratuito das Jornadas Freireanas – Flipei 2021 em parceria com a Caixa de Ferramentas. Formação realizada na plataforma Youtube. Profa.: Helena Vieira.

[2021] Criações de Si: Artes Visuais e Teorias Feministas. Formação realizada na plataforma Zoom. Lux Espaço de Arte,  São Paulo-SP, Brasil. Profa.: Gabriela De Laurentiis.

[2021] História da Arte no Brasil. Formação realizada na plataforma Google Meet. Fôlego Programa, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Profa.: Pollyana Quintella.

[2021] Feminismo Decolonial e Queer of Colors. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] História da Sexualidade: Da Idade Clássica ao Mundo Contemporâneo. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2021] A Invenção da Heterossexualidade. Formação realizada na plataforma Youtube. Profa.: Helena Vieira.

[2020] Introdução ao Pensamento de Paul B. Preciado. Formação realizada na plataforma Google Meet. Profa.: Helena Vieira.

[2020] Espacializações Feministas: Artes Visuais e Pensamento Crítico. Formação realizada na plataforma Google Meet. Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento de São Paulo (IABSP), São Paulo-SP, Brasil. Profa.: Gabriela De Laurentiis.

[2020] Ao Sentir Cheiro de Floresta. Formação realizada na plataforma Google Meet. Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Profa.: Mariana Manhães.

[2018] Atlas do Corpo e da Imaginação. Vivarium Festival, Espaço de Intervenção Cultural Maus Hábitos, Porto, Portugal. Prof.: Gonçalo M. Tavares.

[2017] Workshop com Lia Rodrigues com a colaboração de Amália Lima. Teatro Municipal Campo Alegre, Porto, Portugal.

[2014] Becoming an Image. Casa do Sol – Instituto Hilda Hilst, Mostra Performatus #1, Campinas-SP, Brasil. Prof.: Manuel Vason.

[2014] B With People. mala voadora.porto, Porto, Portugal. Prof.: Marcelo Evelin.

[2012] Laboratory Karawanasun. Instytut im. Jerzego Grotowskiego, Brzezinka, Polônia. Prof.: Rena Mirecka.

[2011] Au Cœur du Son. Arta Cartoucherie, Paris, França. Prof.: Jarosław Fret, Aleksandra Kotecka, Tomasz Wierzbowski, Jean-François Favreau e outros membros do Teatr ZAR.

[2011] História da Performance no Contexto das Artes. Fundação Serralves, Porto, Portugal. Prof.: Mariana Brandão.

[2010] The Collective Mind. Instytut im. Jerzego Grotowskiego, Wrocław, Polônia. Prof.: Eugênio Barba e Odin Teatret.

[2010] Practical Workshops of The Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards. Fondazione Pontedera Teatro e Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards, Pontedera, Itália. Prof.: Mario Biagini e Thomas Richards.

[2010] Regula Contra Regulam. Instytut im. Jerzego Grotowskiego, Brzezinka, Polônia. Prof.: Ana Maria Davie, Raúl Iaiza, Roberta Secchi, membros do Teatro La Madrugada e Mario Barzaghi.

[2009] Odin Week. Odin Teatret, Holstebro, Dinamarca. Prof.: Odin Teatret.

[2009] Regula Contra Regulam. Instytut im. Jerzego Grotowskiego, Brzezinka, Polônia. Prof.: Iben Nagel Rasmussen, Raúl Iaiza, Roberta Secchi e membros do Teatro La Madrugada.

[2009] La Esencia del Actor a través del Movimento y La Voz. Estudio Dramático, Valência, Espanha. Prof.: Yoshi Oïda.

[2007-08] Interpretação (Método das Ações Físicas – Stanislavski e Grotowski) com Celina Sodré. Studio Stanislavski, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2008] Canto e Técnica Vocal com Patrícia Maia. Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2008] Corpo e Psicologia do Ator. Instituto do Ator, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Silvia Pasello.

[2008] Workshop com Juliana Carneiro da Cunha. Amok Teatro, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2008] Oficina Teatral com Gilberto Gawronski. Espaço SESC Arena, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2008] O Ator e suas Antropologias. IV Festival Internacional de Teatro do Corpo Ritual, Goiânia-GO,Brasil. Prof.: Eugênio Barba, Iben Nagel Rasmussen, Carlos Simioni e Julia Varley.

[2008] Respir-Ações. Armazém Companhia de Teatro, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Patrícia Selonk.

[2007] Canto com Janaína Azevedo. Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2006-07] Técnica Vocal com Rose Gonçalves. Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2007] Workshop com Duccio Bellugi. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Duccio Bellugi.

[2007] Workshop com Bia Lessa. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Bia Lessa.

[2007] Workshop com Gerald Thomas. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Gerald Thomas.

[2007] Workshop com Gerald Thomas. SESC Consolação, São Paulo-SP, Brasil. Prof.: Gerald Thomas.

[2007] Workshop com José Celso Martinez Corrêa. Casa de Dramaturgia Carioca, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: José Celso Martinez Corrêa.

[2007] O Ator: O Corpo Inteligente e o Artista Criador. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Celina Sodré.

[2007] Curso de Interpretação para TV. Oficina Teatral, São Paulo-SP, Brasil. Prof.: Denise Del Vecchio e André Frateschi.

[2007] O Ator: O Corpo Inteligente e o Artista Criador. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Celina Sodré.

[2006] Tópicos de Voz na Tragédia. Espaço-Direcional Comunicações, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Glorinha Beuttenmüller.

[2006] Butoh-ma. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Tadashi Endo.

[2006] Interpretação. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Laura Cardoso.

[2006] Fazendo seu próprio filme. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Francisco Taunay.

[2006] Mímica Corporal Dramática. Casa de Artes de Laranjeiras, Rio de Janeiro-RJ, Brasil. Prof.: Paulo Trajano.

[2006] Teatro para atores e não-atores. Oficina Teatral, São Paulo-SP, Brasil. Prof.: Alzira Andrade e Mauro Henrique Toledo.