Hilda de Paulo (2020-22)

 

Foto em breve.

Hilda de Paulo, o tempo irá nos curar como nunca aconteceria se estivesse viva, 2022. (Técnica), (medida). Edição: 5 + 2 P.A.

 

Foto em breve.

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Brincos), 2022. (Técnica), (medida). Edição: 1

 

Foto em breve.

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Luvas) (Depois de Miley Cyrus), 2022. (Técnica), (medida). Edição: 1

 

Foto em breve.

Hilda de Paulo, ex-homem, 2022. (Técnica), (medida). Edição: 5 + 2 P.A.

 

Fotos em breve.

Hilda de Paulo, Hormonização (Tríptico), 2022. Colagem, (medida) x (medida) cm cada

 

Fotos em breve.

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Depois de Eleanor Antin e Cassils), 2021-23. Fotografias, 10 x 15 cm cada. Edição: 5 + 2 P.A.

 

Hilda de Paulo, E não posso ser eu também uma mulher? (Depois de Sojourner Truth, bell hooks e Letícia Nascimento, e, também, de Claudia Rodríguez), 2021. Ilustração digital, s/m. Edição: 5 + 2 P.A.

 

Hilda de Paulo, A Amante Ideal (Depois de Emília Nadal), 2021. Fotografia, 55 x 40 cm. Edição: 5 + 2 P.A.; Objeto, 30 (altura) x 16 (diâmetro) cm aprox. Edição: 5 + 2 P.A.

 

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Sapatos), 2021. Objeto-pintura, 58 x 120 x 120 cm. Edição: 1

 

Hilda de Paulo, avó: rainha da terceira idade em 2000; mãe: rainha estudantil em 1983-1984-1985; eu: rainha quando?, 2021. Vinil Colante, 230 x 75 cm. Edição: 5 + 2 P.A.

 

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Depois de VALIE EXPORT), 2021. Fotografia, 120 x 80 cm

 

Hilda de Paulo, Hilda de Paulo (Depois de VALIE EXPORT), 2020-21. Fotografias, 60 x 40 cm cada; Instalação, medida variável. Edição: 5 + 2 P.A.

 

A intervenção de parede de Hilda de Paulo em memória de Keron Ravach e a de Angelita Correia foi feita durante a montagem da exposição Princesinha do Cerrado e no decorrer dela

 

HISTÓRICO

[2022] Exposição coletiva Zil, Zil, Zil. Curadoria de Bruna Costa, Felipe Carnaúba e Antonio Tebyriçá. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2022] Exposição coletiva Viva o Brasil! Curadoria de Nelson Ricardo Martins. Colégio das Artes, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.

[2021] Exposição coletiva Poético ou Político? Curadoria de João Baeta. Mupi Gallery, Porto, Portugal.

[2021] Exposição Princesinha do Cerrado. Curadoria de Suzana Queiroga. Texto de Gabriela de Laurentiis. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

 

A Amante Ideal (Depois de Emília Nadal) (2021) e E não posso ser eu também uma mulher? (Depois de Sojourner Truth, bell hooks e Letícia Nascimento, e, também, de Claudia Rodríguez) (2021), ambas obras de Hilda de Paulo, na exposição coletiva Poético ou Político?, com curadoria de João Baeta. Mupi Gallery, Porto, Portugal. Fotografias de João Pádua/Saco Azul

 

Série Hilda de Paulo (2020-21), de Hilda de Paulo, em sua exposição individual Princesinha do Cerrado. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal. Fotografias de José Caldeira