Tales Frey

Conjunto Sensível (2018)

 

Tales Frey, Conjunto Sensível, 2018. Indumento interativo, 100 x 100 cm. Edição: 20 + 2 P.A.

 

A obra é criada com base no pensamento de Bernard Stiegler sobre a ideia de “conjunto sensível”, sendo uma expressão usada para refletir sobre um problema basilar do pensamento político que consiste em propor garantias de vivências harmônicas em uma unidade comum, considerando as suas variadas singularidades e dessemelhantes subjetividades.

 

O trabalho pode ser exposto como objeto interativo e ativado a partir da seguinte instrução:

Mínimo 3 e máximo 5 pessoas. Retire os sapatos, casacos, cintos, brincos, pulseiras e demais objetos que possam danificar o tecido e deixe-os na área indicada. Cada um(a) deverá entrar no saco com cuidado para não o rasgar. Fechem o zíper (fecho-ecler) e movimentem-se pelo espaço. Movimentem-se o tempo todo durante a permanência na obra.

 

HISTÓRICO

AO VIVO

[2019] LIMIAR. SESC Bauru, Bauru-SP, Brasil.

[2019] SESC Sorocaba, Sorocaba-SP, Brasil.

[2019] SESC Interlagos, São Paulo-SP, Brasil.

[2019] SESC Jundiaí, Jundiaí-SP, Brasil.

 

SOB O FORMATO DE INSTALAÇÃO

[2019] Exposição Em Posições de Dança. Curadoria de Daniela Labra. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

[2019] Exposição Cinco Táticas de Ativação. Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura, Guimarães, Portugal.

[2018] Via Aberta. Curadoria de Luisa Mota, José Almeida Pereira, José Maia e José Oliveira. Centro Comercial Mota Galiza, Porto, Portugal.

[2018] Exposição O Corpo Nunca Existe em si Mesmo – Primeiro Experimento. Zsenne Art Lab, Bruxelas, Bélgica.

 

Tales Frey, Conjunto Sensível. Objeto relacional ativado na cidade de Bruxelas, Bélgica. Setembro de 2018

 

Tales Frey, Conjunto Sensível. Objeto relacional ativado na cidade de Bruxelas, Bélgica. Setembro de 2018