Tales Frey

Dismorfofobia – Variante I

 

Tales Frey (Cia. Excessos), Dismorfofobia – Variante I, 2014. Fotografias, 40 x 60,4 cm cada. Edição: 3 + 2 P.A.

 

Em uma sala de computadores, apresento o meu corpo completamente nu a passar um litro de hidratante durante uma hora seguida. Permaneço atrás de uma tela translúcida branca e, dentro desse espaço, há dez webcams que transmitem imagens de diferentes partes do meu corpo em dez computadores posicionados do lado de fora da área onde executo minha ação. O espaço em que estão os computadores é onde o(a) observador(a) pode transitar.

O meu corpo só pode ser contemplado através da mediação das telas, em sua forma bidimensional, nunca tridimensionalmente, nunca no mesmo espaço da audiência.

Três refletores de luz em combinação RGB garantem sombras coloridas sobre a tela translúcida, na qual o(a) observador(a) poderá contemplar formas mais abstratas que se formam, enquanto os computadores revelam imagens mais próximas do meu corpo real.

 

FICHA TÉCNICA

Performance de Tales Frey | Duração da ação: 1 hora | Realização: Cia. Excessos | Piracicaba, Brasil 2014 | São José do Rio Preto, Brasil 2015

 

HISTÓRICO

[2015] SESC Rio Preto, São José do Rio Preto, Brasil.

[2014] LABrinto. Curadoria de Francisco Galvão. SESC Piracicaba, Piracicaba, Brasil.

 

Tales Frey (Cia. Excessos), Dismorfofobia – Variante I, 2014. Vídeo, 4’59”

 

Tales Frey (Cia. Excessos), Dismorfofobia – Variante I, 2015. Vídeo, 1’38”